Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Só falta marcar Portugal...

por TM, em 02.07.06
534655989.jpg

Ontem Jorge Perestrelo esteve novamente perto de nós! Num jogo memorável, mais um, Ricardo voltou a decidir nos penaltys um jogo que parecia talhado para dar empate. E quando Cristiano Ronaldo partiu para a bola no derradeiro penalty foi como se ouvisse novamente o repetidíssimo anúncio da Bet and Win e a voz do eterno Jorge empurra-se a bola para as redes. Foi tudo tão igual, tão bonito, tão sofrido, tão comovente. A nossa vitória, a festa lusitana, a dedicatória do nosso 17 ao seu falecido pai, as defesas e a calma de Ricardo, nunca eufórico até tudo terminar!
Lembro-me de estar calmo e confiante. De apoiar aqueles que tremiam de nervos à minha volta. "Calma, vamos ganhar, o Ricardo vai buscá-las!". Simão marca bem e festeja-se, eu que tento sempre controlar as emoções porque nisto dos penaltys de um momento para o outro tudo muda. A primeira defesa, euforia, abraço forte no Rafa como após a defesa do Moretto ao penalty do Ronaldinho! Estamos na frente, bora lá meus putos! Viana, que entrou tão bem no jogo, não merecia, depois de enganar o guardião ver a bola beijar o poste. Gritei golo mas vi Viana com as mãos na cabeça. Mas nada estava perdido. A Inglaterra marca, Ricardo quase defende. Força Petit, tem calma...bola fora! Drama total...a derrota parecia surgir. Não sei porque acreditei sempre que o Ricardo ia mesmo brilhar! E lá fui com a minha fé - "Vai qué tua Ricardo!"! E foi!!! Depois de Lampard, Gerrard, Ricardo parava os remates dos craques ingleses (desculpa meu ídolo, Lampard, como torci para que falhasses, mas como continuo a admirar-te!) e tudo parecia de novo bem encaminhado depois da tristeza momentânea. Postiga converte, não repetindo o penalty à Panenka, que Scolari não deixa, mas que Robinson pensou que viesse a ser igual. Depois a pressão no homem que marca o penalty inglês. Ricardo motivadíssimo, o central do Liverpool entrado para marcar remta sem ordem do árbitro, faltou o amarelo. Á segunda tenta enganar Ricardo, mas o Labreca estava endiabrado! A vitória não podia fugir e Cristiano Ronaldo deu a estocada final! Festa total!!!
Lembro-me de me levantar, sentir a alegria à minha volta, de tapar a cara e chorar emocionado, com as lágrimas a sairem sinceras, como quase saiem enquanto escrevo este longo post. Sentei-me no sofá e assim continuei até ser abraçado e abraçar o Nuno, numa algeria sem fim. Na volta para casa, uma pequena festa nas ruas desta terra de futuro, a minha carinhosa Loures, em que mesmo sem gritar quase chorei pela alegria de todos, mais novos, mais velhos, o meu querido avô à porta do café! Uns foram festejar, mas eu não. Fui cara casa, a vitória estava conquistada, era agora hora que observar o futuro adversário, Brasil ou França. Passou a França, eles que venham. Estamos confiantes na nossa capacidade e espírito de sacrifício. Acho que ganhamos. Espero que sim pelo menos. Mas gostei de ver cair a superioridade Brasileira, o tão falado "quadrado mágico", que foi um "flop" neste Mundial. E Zidane continua a encantar, com amagia com que trata a bola, a leveza com que a entrega aos companheiros. Pura classe de um jogador para a eternidade, mas que quero ver derrotado na próxima Quarta-Feira. Força Portugal e obrigado a todos vocês pelos momentos de alegria, sofrimento e principalmente Orgulho Português que tanto me dão. Na janela uma Bandeira, no relvado uma Nação Inteira!!!

Saudações Nacionais

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 16:00


"What they did to me... What I am... Can't be undone!"


calendário

Julho 2006

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031