Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O verdadeiro "Caso Maciel"

por TM, em 03.04.06
Imagino que alguns se recordem do "Caso Maciel", pelo menos os mais atentos ao fenónemo desportivo em geral e futebolístico em particular. Começou à cerca de 4 meses, quando o F.C. do Porto defrontou a U.D. de Leiria num jogo realizado no Estádio Municipal de Leiria. Nesse jogo, que o Porto venceu por 3 a 1, um jogador emprestado pelo Porto ao Leiria não pode jogar (no caso Maciel) por, segundo o treinador dos leirienses Jorge Jesus, um acordo de cavalheiros. Ora os regulamentos da Liga proíbem tal situação, pois um jogador emprestado pelo clube detentor do seu passe pode defrontar esse mesmo clube quando emprestado a uma outra agremiação. Sucede que tal não ocorreu, pois Maciel não jogou, sendo ele um jogador importantíssimo na equipa da margem do Rio Lis, aliás, até à altura, era totalista na equipa!
O caso foi hoje arquivado, o que só comprova que as regras em Portugal não são feitas para ser cumpridas. Pergunto - Alguém achava mesmo que iam retirar os pontos ao Porto? Não espero respostas, pois sei que todos tinham noção que tal nunca iria acontecer.
Mas o verdadeiro "Caso Maciel", na minha opinião, vem no seguimento deste. Maciel, numa atitude claramente anti-desportiva, agride a pontapé João Moutinho, jogador do Sporting, no jogo entre Leiria e Sporting na jornada 27 da Liga Portuguesa. O árbitro nada faz em termos de punição disciplinar e tal situação faz rolar um processo sumaríssimo (aqueles que estão em constante hibernação até acordarem do nada...onde estavam os sumaríssimos na entrada de Paulo Machado sobre Petit?). Esse processo sumaríssimo demora uma semana a ser decidido, sendo que o jogador apresenta a sua defesa o que faz arrastar o processo mais uma semana. Passam duas jornadas. Ora nesta Segunda-Feira saiu o resultado desse mesmo processo sumaríssimo - dois jogos de suspensão. Até aqui tudo bem. Mas o que é certo é que, com os dois jogos de suspensão e o tempo pelo qual o processo se arrastou, Maciel falha o jogo da União de Leiria contra o Guimarães e contra o Porto. Exactamente, falha o jogo que poderia voltar a lançar a polémica em torno da possibilidade do jogador exercer a sua profissão ou não! Logo no dia em que se soube que iria ser lançado um processo sumaríssimo ao jogador, disse aqui mesmo onde me encontro a escrever este post, ou seja em frente ao PC e falando para o meu pai que o processo iria arrastar-se de modo a que a suspensão aplicada abrange-se o jogo com o Porto. Bem dito bem feito! E tal situação era tão óbvia como a não punição do Porto por não ter deixado o atleta jogar no jogo da 1ª mão. Assim vai o futebol português...

Saudações Sumaríssimas

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 20:37


"What they did to me... What I am... Can't be undone!"


calendário

Abril 2006

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30