Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Torcer, para não quebrar!

por TM, em 17.09.14

Louis Van Gaal chegou de peito feito (como já é seu hábito) ao "Teatro dos Sonhos", ainda envolto numa certa aura de génio conquistada pela campanha da selecção laranja no Mundial, pelos resultados obtidos e pelo esquema utilizado.

Ora, foi claro desde o início que havia por isso mesmo uma forte probabilidade de que o holandês tentasse implementar a mesma táctica aos "red devils", possibilidade que foi ganhando forma com os bons resultados conseguidos durante a pré-época. Mas seria exequível em tão curto espaço de tempo uma alteração tão drástica no modelo do United, tão talhado para jogar em 4 4 2? O início a doer da Premier League demonstrou que não... e no passado Domingo o esquema foi alterado para um 4 4 2 em losango. A equipa venceu, mas o adversário era sem dúvida dos mais fracos da liga e portanto não serve propriamente de exemplo. Veremos se nas próximas jornadas, mantendo o esquema, o nível competitivo se mantêm e se evoluiu ou se Van Gaal vai regressar ao 3 5 2 com variação para 3 4 3 (ainda mais agora com a aquisição de Falcao, para juntar a Rooney e Van Persie).

Mas, mais do que esquemas tácticos e modelos de jogo, parece-me importante discutir as aquisições, recuando até há época passada. E decido recuar porque me parece que o United tem comprado mal, para posições onde não necessita de reforços. Vejamos: Fellaini e Mata foram reforços para David Moyes (jogadores como Varela, que nunca jogou sequer na Premier, não são necessários referir) e claramente não eram os jogadores de que a equipa mais necessitava, para além dos altos valores envolvidos. Fellaini destacou-se no Everton principalmente jogando mais adiantado e nunca será, como médio centro, um jogador de equipa grande. Mata, que considero um excelente jogador, terá como principal defeito um défice de intensidade, mas o maior problema é que é essencialmente um nº10 que gosta de jogar com liberdade, isto numa equipa que estava talhada e num plantel que estava montado para jogar em 4 4 2.

Este ano os erros continuaram: Shaw, Di Maria, Falcao, Rojo, Herrera, Blind. Atenção, não está em causa a qualidade dos jogadores, mas os valores pagos foram quase sempre extremamente exagerados, para além de que, a meu ver, continua a faltar um médio box to box e um médio defensivo de top, até pela idade avançada de Carrick (que está lesionado neste início de época). E, para uma equipa que pensou jogar com 3 centrais de forma regular, contratar apenas Rojo é uma péssima decisão... no limite, apenas Phil Jones tem alguma qualidade para representar com regularidade o mais titulado clube de Manchester e se com Hummels o incremento tinha sido excelente, sem essa adição de qualidade o centro da defesa está claramente fragilizado. Depois existem dúvidas sobre a opinião de Van Gaal em relação a Shaw (esta mudança táctica pode permitir a Rojo ser central mas com o regresso de Carrick onde será encaixado Blind?), para além de que com Falcao começa a existir a dúvida sobre a utilidade de Mata e o mais que provável recuo de Rooney para apoiar RVP e Radamel. E esta co-existência dos 3 ao mesmo tempo no onze praticamente obriga a que o esquema seja ou o 3 5 2 (ou 3 4 3) ou o 4 4 2 losango, o que limita bastante a versatilidade da equipa em campo (principalmente pelas poucos soluções que restam, pois saíram Welbeck e Chicharito). Basicamente, um plantel que me parece ainda estar muito mal estruturado, ainda que reforçado com jogadores de qualidade e tendo deixado sair jogadores que não eram úteis ou pelo menos não tinham demonstrado qualidade suficiente para jogarem regularmente no Manchester United.

Veremos durante a restante época se Van Gaal é mesmo "Van Genius" e consegue gerir da melhor forma os jogadores que tem à sua disposição e dispô-los em campo da melhor forma possível, para retirar dos mesmos o melhor rendimento! Ou se este não será, como foi para Brian Clough a sua estadia no Leeds United, mais um episódio de "Damned United", versão Manchester...

 

Saudações Desportivas

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 10:31



"What they did to me... What I am... Can't be undone!"


calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930