Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Eu, Maximus_Decimus, me confesso...

por TM, em 22.07.04
Mais uma vez estou muito pró sentimental, de modos que decidi falar um pouco sobre mim. Afinal os meus (poucos) leitores têm o direito de saber quem é o "homem por detrás do blog"! Escrevo ao som de 3 Doors Down - Here Without You - que aproveito para dizer é o chamado GRANDE SOM!
Por esta altura alguns leitores másculos e com cabelo no peito estaram a pensar - "dasse, o gajo que escreve isto é roto..." - epa roto só as vezes, porque a vida está má e o dinheiro para roupa não (a)bunda.
Adiante...ora como disse vou tentar falar da minha pessoa, o que é incrívelmente difícil, apesar de me conhecer melhor do que ninguém. Para alguns sou um granda maluco, para outros serei um dos maiores papalvos (vulgo deficiente) da história, para alguns uma pessoa que está sempre a rir, para outros ainda talvez um rapaz infeliz.
E é dentro de tantas possibilidades que aparece o meu verdadeiro "eu"...bem eu sou aquilo que se pode dizer um "palhaço". Não tanto pela sua conotação negativa. Palhaço nos termos em que, nesta altura, a única coisa que me faz mover é realmente o mesmo que move um palhaço, ou seja, o riso do público! Á primeira vista parece algo insignificante, mas não é, é algo fantástico, algo capaz de elevar o ego de qualquer um, qualquer um que naquele anterior momento se sentisse morto por dentro. O outro lado do palhaço enquadra-se na habitual tristeza do palhaço...afinal qual a razão que leva um palhaço a fazer rir os outros, a precisar disso como de uma droga para viver, se no final do espetáculo tudo termina e volta à sua vida normal, triste, infeliz, de perfeita solidão.
É na altura de tirar as pinturas da cara que todos os "palhaços" se encontram a pensar em quem são realmente, o que estão a fazer de importante neste Mundo...
Eu não posso dizer com clareza o que realmente importante estou a fazer neste Mundo, mas penso ter qualidades necessárias para deixar uma marca que me torne recordado após a minha ida para outras paragens! Em termos profissionais poso dizer que estou mais indeciso do que nunca. Entre o jornalismo desportivo, o meu primeiro amor, aquele que para muitos é o mais forte, passando pela comédia, minha companheira inseparável do dia a dia, que me faz enfrentar todos os dias com um sorriso, e claro pela publicidade, que emerge do meu curso universitário. Por estas alturas direi que a comédia terá que ser um dia a minha vida, que a publicidade talvez venha a ser a minha profissão, e que se nunca me tornar jornalista desportivo, nem que por apenas um dia, nem que seja para fazer um único relato de um jogo de futebol...aí poderei dizer que falhei na vida, qual Carlos da Maia!
Posso dizer que pareço ser uma pessoa forte, segura de si, o que é sem dúvida verdade. Mas até que ponto isso é positivo? Só o tempo o dirá...
Em termos profissionais penso estar tudo dito. Em termos sentimentais, aqueles que tudo controlam, passarei a referir-me agora.
É portanto nesta altura que surje a altura de tirar a tinta da cara, como os palhaços, a altura em que penso na vida, a altura em que já não oiço o riso e as palmas do público, é nesta altura que a tristeza invade a alma, currompe o corpo, destrói o racíocinio...
É nessa altura que reflito, em que todo o meu coração romântico vem ao de cima, em que se pensa em tudo o que poderíamos fazer com a pessoa amada, nos momentos a dois, nos sorrisos que surjem do nada sem ser preciso utilizar piadas...Tudo é bonito enquanto dura. Mas ao contrário da imaginação, que é fértil e feliz, a realidade é triste e cruel. Tenho para mim que só os fortes sobrevivem, mas que esta vida não é uma luta pela sobrevivência mas sim uma luta pelos nossos ideais, por aquilo em que acreditamos e pelo que lutámos, por aquilo que verdadeiramente nos move...
E quando termina a imaginação e regressamos à realidade mundana tudo desaba sobre nós, é aí que nos lembramos que a pessoa amada afinal não corresponde aos nossos sentimentos, que pelo contrário até tem alguém que a faz feliz. Nestas alturas pensamos no que falhou, o que temos de mal, tudo serve para nos culpabilizarmos e para cairmos ainda mais no buraco negro que criámos.
Por vezes tudo isto faz com que um amor que parecia verdadeiro se torne num ódio profundo. Tento combate-lo mas não é fácil.
Vamos ouvindo depois muitas coisas...que ela está diferente, que o namorado dela é isto e aquilo...e começamos a perceber que talvez tudo o que imaginámos afinal não era o que realmente críamos, que nos estavamos a enganar a nós prórios. E é nessa altura que nos levantamos de novo com todo o nosso esplendor, e ao som do apresentador, voltamos para o círculo circense, porque nada somos sem os sorrisos e as palmas! Voltamos a ser felizes, pelo menos até tirar de novo as pinturas...
Toda esta divagação tem muito de mim, tudo direi até. Espero que comentem, que gostem, e que já agora deixem uma pequena opinião sobre a minha pessoa, pelo menos os que me conhecem. Espero que tenham tanto prazer ao ler este post como eu tive ao escreve-lo!
SB FOREVER

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 22:27


2 Comentários

De Martins a 15.10.2004 às 00:32

Ás vezes pensamos: "Fdx falhei,n sou nada,n tenho valor!"
Respondo: "Fdx tb tenho valor, à quem goste de mim, os meus problemas n são assim tao graves!"
Acreditem em vcs! Sorriam de manhã! Pensem nos q vos amam!
Ès um puto mt fixe Máximo, qd menos esperares já respondes-te a algumas perguntas desta post!

De Tiago Anto a 22.07.2004 às 22:46

Acho o Post excelente, não só por estar mt bem escrito, mas principalmente pela clarividência das situações expostas, que nos levam a compreender a tua situação quase cm se estivesse a acontecer conosco próprios (por acaso até está) mas pronto. Para todos os romanticos solitários deixo-vos um site k merece ser visitado: http://desnorte.no.sapo.pt/
Quanto à tua carreira profissional nao tenho dúvidas que serás um grande publicitário, e humorista já és, pq conssegues animar o ppl, qt aos relatos de futebol, a rádio SB aguarda-te. Acho que deves pensar que és como és e és uma grande Pessoa! Abraço[]

Pp: Não se esquecam de votar em nós pa Associação de Estudantes...:P

Comentar Post



"What they did to me... What I am... Can't be undone!"


calendário

Julho 2004

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031