Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Não te fustigues...

por TM, em 08.07.05
Poema do Fustiganço dedicado à Sra. A pior (tu sabes quem és)

Não te fustigues...

Sabes que nunca te digo não
Mas tu continuas a incestir
Compreendo a tua obcessão
Quando será que vais desistir?

Não te peço que esqueças
Muito menos que faças o que quero
Mas súplico que esmoreças
Esse teu fustiganço e desespero

Não há dia em que não pense
"Hoje vou e ela exulta!"
Mas depois de reflectir
Penso melhor e dou-te luta

Esgrimimos razões
Para ir ou ficar
No meio de explicações
Alguém acaba por se fustigar

O teu sorriso por eu ceder
Faz com que tudo valha a pena
E é isso que me motiva
A fazer a vontade à "menina pequena"

Ao ver-te divertir
A minha felicidade aumenta
Porque um belo sorriso
Vale toda e qualquer tormenta

Mas infelizmente tudo tem um fim
E pouco tempo depois queres mais
Mas sou obrigado a negar
Por motivos racionais

E tu dizes que não faz mal
Que cobres esses "motivos"
E no meio de tanto cagaçal
Lá vamos nós, bonitos e altivos

Mas é pela dificuldade em dizer não
E por saber que ficas triste
Que te peço perdão
Por não te levar ao lugar que pediste

Mas sei que me compreendes
E isso deixa-me contente
Porque demonstra o que és
Uma amiga para todo o sempre

E por seres quem és
Fico assim, fustigado
Só por saber que também assim estás
Fico com cara de enconado

Um dia tudo ficará resolvido
E o fustiganço terminará
Uma coisa tenho a certeza
A nossa amizade perdurará!

Este poema é dedicado à tua pessoa
Minha pequena grande amiga
Por mais coisas que aconteçam
Seremos amigos para toda a vida!

As quadras foram um pretexto
Para poder falar sobre ti
Aquela "cena" foi um meio
Para dizer que gosto muito de ti!!!

Tiago Máximo
A.K.A. - O pior

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 23:21


4 Comentários

De Mariz a 09.07.2005 às 12:59

Essa do "força na verga" tinha q ser minha!!só a denegrir o meu nome!!Bonito poema...mas quem é A Pior...(acho q se apostar ainda acerto)
Abraço!!

De Peixe a 09.07.2005 às 11:36

Sim sr! Desconhecia esta veia poética do xô presidente! Devo dizer q kuase me correram as lágrimas ao ler estas linhas carregadas de expressão e sentimento !
É bonito ver amizades como essa, em questão!
os meus parabéns!

Peixe

De A pior a 09.07.2005 às 02:31

liiiiiiiiiiiindo!! muito obrigada pelas tuas rimas, ilustram bem a situação, mas principalmente tenho-te a agradecer muito esta amizade tão pura, que sei que sempre assim será mantida. Com alguns sorrisos e risos pelo meio, confesso que tb me sinto emocionada e linsojeada por estas palavras e por te dares ao trabalho de escrever sobre mim, esta pikena mini me. lamentando ñ ter a tua inspiração para dizer tudo o que mereces, aqui ficam os meus beijos PIOOOORES :P

De Nielsen Dry a 08.07.2005 às 23:43

se n estou enganado este é o 2º poema k ilustra este blog do amigo Max. no primeiro tinha te dito q saudava o facto de teres tido a coragem de postar um poema e hj volto a faze-lo, inda para mais devido ao conteudo q este poema tem....
vais no bom caminho se continuares a valorizar a amizade desta forma!!! cm diria o grande Martins "Força na verga" lol

Viva Poesia e o poder da rima ;)

Comentar Post



"What they did to me... What I am... Can't be undone!"


calendário

Julho 2005

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31